sábado, 22 de outubro de 2011 | By: A garota do blog
Eu tinha motivos reais, palpáveis e óbvios para te amar. Você é bonito, seu abraço é quente, seu sorriso tem mil quilômetros iluminados, seu humor me faria rir 100 encarnações e você é bom em tudo, mesmo não querendo ser bom em nada. Seu coração é gigante, tão gigante que você, por medo, prefere a superfície. Eu segui amando e redesenhando cada dobrinha da sua pele, cada cheiro escondido dos seus cantinhos, cada cílio torto, cada risada alta, cada deslumbre puro com a vida, cada brilho nos olhos quando o mar estivesse bonito demais. Cada preguiça, cada abandono, cada estupidez, cada limitação, cada bobeira. Amava seus erros assim como amava os acertos, porque o que eu amava, enfim, era você. E eu me perguntava, quase já sem aguentar mais, sem entender tamanha entrega burra, quando isso finalmente teria um fim. Quando minha coluna ia voltar a ser ereta, minha cabeça erguida e meus passos firmes? Quando eu iria superar você?
Eu tinha motivos reais, palpáveis e óbvios para te amar. Você é bonito, seu abraço é quente, seu sorriso tem mil quilômetros iluminados, seu humor me faria rir 100 encarnações e você é bom em tudo, mesmo não querendo ser bom em nada. Seu coração é gigante, tão gigante que você, por medo, prefere a superfície. Eu segui amando e redesenhando cada dobrinha da sua pele, cada cheiro escondido dos seus cantinhos, cada cílio torto, cada risada alta, cada deslumbre puro com a vida, cada brilho nos olhos quando o mar estivesse bonito demais. Cada preguiça, cada abandono, cada estupidez, cada limitação, cada bobeira. Amava seus erros assim como amava os acertos, porque o que eu amava, enfim, era você. E eu me perguntava, quase já sem aguentar mais, sem entender tamanha entrega burra, quando isso finalmente teria um fim. Quando minha coluna ia voltar a ser ereta, minha cabeça erguida e meus passos firmes? Quando eu iria superar você?
quarta-feira, 28 de setembro de 2011 | By: A garota do blog



A vida é agora , vê se aprende !




(…) levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda.






Um dia alguém entrará em sua vida e te fará entender por que nunca deu certo com ninguém antes .

Não entregue seu coração a alguém que não dá valor ao amor, muito menos a alguém que não dá valor a você.





Você não precisa perder pra saber que o que você tinha era bom.



Eu procuro por você em todos os lugares que eu vou, esperando esbarrar em você, mas eu nunca te vejo. Você não está lá. Você nunca está lá.
“E só eu sei o quanto doeu ver a melhor coisa do mundo indo embora.




O álcool dá oportunidade pra cabeça fazer o que o coração não tem coragem.


“O tempo está passando muito mais rápido do que eu. E eu estou começando a me arrepender de não gastar tudo isso com você…”



Eu quero ...



Mais eu. Mais você. Mais sorrisos, beijos e aquela rima grudada na boca. Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa, o desejo que escorre pela boca e o minuto no segundo seguinte: Nada é muito quando é demais.

Amor as vezes é perca de tempo ,

Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas. Tantas, Tantas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama.
segunda-feira, 15 de agosto de 2011 | By: A garota do blog


Eu não esquecia dele. Em parte porque seria impossível esquecê-lo, em parte também, principalmente, porque não desejava isso. É verdade, eu o amava. Não com esse amor de carne, de querer tocá-lo e possuí-lo e saber coisas de dentro dele. Era um amor diferente, quase assim feito uma segurança de sabê-lo sempre ali.”
terça-feira, 7 de junho de 2011 | By: A garota do blog


“Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não.”




Nada muda se você não mudar .



“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa.
Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera.
Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é?
A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas?
A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar.
Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera?
E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará.
A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente.
Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”

domingo, 5 de junho de 2011 | By: A garota do blog

Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei.

sexta-feira, 3 de junho de 2011 | By: A garota do blog
Não importa o que as pessoas pensam, se você acredita que vale a pena, lute por isso.



quarta-feira, 1 de junho de 2011 | By: A garota do blog

Lembrança é o que fica depois de momentos maravilhosos ,


Que saudades eu tenho da epoca que as coisas eram fácies, e chorar resolvia todos os problemas,saudades da época que eramos sou eu e você, sem brigas , sem mais nem menos,era tudo perfeito,davamos valor ,mais com o tempo as coisas se perdeu ,o que resta hoje são as lembranças que não apago por nada do coração . Velhos tempos não voltam. O jeito é fazer um novo tempo, ou simplesmente deixar pra trás, e guardar como uma boa lembrança.

Regra ,


Não entregue seu coração a alguém que não dá valor ao amor, muito menos a alguém que não dá valor a você.


Miss you



Eu preciso muito, muito de você. Eu quero muito, muito você aqui de vez em quando nem que seja, muito de vez em quando. Você nem precisa trazer flores, nem perguntar se estou melhor. Você não precisa trazer nada, só você mesmo. Você nem precisa dizer alguma coisa no telefone. Basta ligar e eu fico ouvindo o seu silêncio. Juro como não peço mais que o seu silêncio do outro lado da linha ou do outro lado da porta ou do outro lado do muro. Mas eu preciso muito, muito de você.


terça-feira, 31 de maio de 2011 | By: A garota do blog

Ainda te amo,só eu não sabia

A gente se apertou um contra o outro. A gente queria ficar apertado assim porque nos completávamos desse jeito, o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro. Tão simples, tão clássico.Seria clichê dizer depois desse tempo todo que estou sentindo sua falta,sentindo falta da pessoa doce que eu era do seu lado,sentindo falta de te proteger,sonhar contigo e te chamar de meu e morrer de ciúmes por sua causa,seria muito dizer que preciso de você aqui para podermos revivermos tudo outra vez? Tentei , sai por ai procurando felicidade mais nunca a encontrei depois do dia em que te deixei partir,a minha felicidade hoje eu sei que é do seu lado e sempre foi , tentei me manter firme e mentindo pra mim esse tempo todo ,mais preciso de você mais que imagino.


sábado, 28 de maio de 2011 | By: A garota do blog

Eu to cansada disso tudo , pelo amor de Deus será que ninguém vê isso ? Vou ter que gritar pra alguem me ouvir , eu já não aguento mais,não quero nada , e não sinto nada .

quarta-feira, 25 de maio de 2011 | By: A garota do blog
Parece que toda mulher nasce com um dispositivo interno que nos informa que sem amor, a vida não vale a pena,que besteira há coisas que te machucam menos e te deixa mais feliz .



Eu queria ser forte. Ter o controle da minha cabeça e do meu coração, queria saber o que dizer na hora certa pra não magoar os outros e também não me machucar. Eu queria ter um sorriso sincero e saber segura-lo até quando tudo esteja de cabeça para baixo. Eu queria me sentir segura, ter uma mão para me ajudar a levantar quando eu tropeçar e cair. Queria ter alguém pra ouvir os meus dramas, as minhas alucinações, as minhas tristezas e os meus choros. Eu queria poder confiar em alguém além de Deus. Claro que eu sou cheia de medos, mas também queria saber dosa-los para não perder as diversões que a vida oferece. Eu queria poder sair por ai sem que os meus problemas viessem atrás de mim. Ir para uma praça, tomar meu sorvete de morango com calda de caramelo e fingir ser a pessoa mais feliz do mundo por apenas alguns minutos. Eu queria entender os planos que Deus tem para a minha vida e parar de questiona-lo quando tudo está dando errado. Eu queria ter um porto seguro e ser o porto seguro de alguém também. Eu quero tanta coisa. Mas nesse instante eu só queria saber o que fazer daqui pra frente.

Ando confusa , eu acho

Estou perdida. Perdida nos meus pensamentos que já não chegam a nenhuma conclusão, nas palavras que já não conseguem descrever tudo o que estou sentindo, no tédio que prometeu não me abandonar tão cedo, na tristeza absurda de não conseguir fazer das boas lembranças um refugio . Estou perdida nos gritos que ninguém consegue ouvir mas que aqui dentro estão me sufocando cada dia mais, perdida nas tantas promessas, escolhas e expectativas, perdida no relógio que já é o meu pior inimigo, nas lágrimas que não conseguem sair pois já perceberam que chorar não adianta mais, perdida no passado, presente e no futuro que nem sei se irá chegar. É assim que estou agora, extremamente e apavorantemente perdida.



Verdade nua e crua .


Fico pensando porque parei de postar aqui , porque não tenho mais vontade de escrever,ando me preucupando tanto com coisa fútil que me esqueco das coisas que me fazem bem e me são importantes,mais que escrever aqui é por pra fora o que estou sentindo,mais há tempos eu não me conheço mais e isso é muito serio,há tempos não sou e ajo como sempre fui no que estou me tornando me causa receio,ando anulando todo tipo de sentimento e tentando confiar menos nas pessoas,hoje quando dei por mim me vi fria,seca e sozinha,talvez eu não sinta e nem saiba mais o que é o amor,o que é verdadeiro já não me interresa já que todos contam o que lhes convem,não quero acreditar nas coisas que estão na minha frente,nem nas coisas óbvias consigo acreditar,estou com muito medo na pessoa que estou me tornando,as coisas já não são as mesmas há tempo e parece que a cada dia que passa fica mais díficil acreditar em qualquer coisa,a cada dia fica mais díficil conviver com essas dores que me assombram e esse medo do amanhã que está por vir.
domingo, 15 de maio de 2011 | By: A garota do blog
sexta-feira, 15 de abril de 2011 | By: A garota do blog

Ausentando-me

Desculpem, mais vou parar de postar,preciso de um tempo pra mim,por a cabeça e a vida no lugar de onde elas nunca deveriam ter saído ! :s
domingo, 10 de abril de 2011 | By: A garota do blog

Viva la vida ,


As merdas que você faz na adolescência, essas, um dia, vão ser as melhores lembranças da sua vida.


quarta-feira, 6 de abril de 2011 | By: A garota do blog
Depois de várias quedas, vários erros, vários tapas na cara da vida, você se torna frio. E é aí que tudo começa a mudar.

domingo, 3 de abril de 2011 | By: A garota do blog

Quem não quer ?

Um óculos escuro, uma carteira de motorista, um carro e nenhum horário pra chegar.


Verdades


Ainda doí .


Meu problema e ficar te esperando aos sábados após as 19:30 no exato momento em que sempre nos encontravamos , aos domingos depois do almoço e todos os dias em que espero por uma ligação um sinal de vida,você dizer que não me esqueceu e que o nosso amor não morreu , algo pra deixar acesso a chama de esperança do meu coração mais já são 3:15 da manha você nem deu sinal certamente nem dará,mais mesmo assim meu coração te espera voltar mais minha razão e dos outros dizem que você não retornará , só não sei em que parte nos perdemos a chegar esse ponto absurdo!Eu sinto sua falta , do seu perfume, do seu sorriso junto ao meu , das nossas brincadeiras , brigas e birras , dos ciúmes exagerado e do seu modo de conversa comigo e me fazer bem , estou sentindo sua falta e estou na espera de poder te ver voltar , ninguém entende nem mesmo eu compreendo o que aconteceu , não sei assimilar aquele adeus que mais parece um até logo , onde estiver saiba que eu estarei aqui como o prometido e o mais rápido possível volte e tira esse peso e sufoco de mim, porque já não agüento mais.